Plenário concede registros de candidatos a vereador em Campo Bom (RS)

Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiram, na sessão desta terça-feira (3), deferir os registros de candidatura de Alexandre Hoffmeister (PP), Jair Wingert (PP), Ozéias Cardoso (PMDB) e Arcelino Rodrigues (PSDB) a vereador em Campo Bom (RS) nas Eleições de 2016. O Plenário entendeu que o comparecimento dos vereadores a uma inauguração de uma obra pública antes do pleito não é motivo para declarar a inelegibilidade dos candidatos. 

Os candidatos recorreram no TSE do indeferimento dos seus registros para concorrer a vereador de Campo Bom. Eles foram acusados de conduta vedada a agente público, quando exerciam o cargo de vereadores, porque teriam comparecido a uma inauguração de um prédio da Feevale Techpark, em 4 de agosto de 2016. Dos quatro, somente Alexandre Hoffmeister e Jair Wingert conseguiram a reeleição. 

Em outro julgamento na sessão, a Corte Eleitoral negou o registro de José Francisco Ribeiro, candidato a vereador em Itajubá (MG), também em 2016, devido a rejeição de contas públicas. 

BB/JP/DM

ARTIGO DO MÊS: Angela Cignachi

A O ARTIGO 16-A DA LEI N. 9.504/1997, INTRODUZIDO PELA LEI N. 12.034/2009, E SUA INTERPRETAÇÃO CONFORME A CONSTITUIÇÃO

Angela Cignachi Baeta Neves

Jurisprudência Comentada

Infidelidade partidária para os cargos majoritários – Análise de um caso concreto

Luciana Lóssio

[...]

Parceiros